Guarda-roupa cápsula | O que é e como ter um desse tipo

Guarda-roupa cápsula | O que é e como ter um desse tipo

Saiba o que é um guarda-roupa cápsula

Praticidade na hora de se vestir é o que a grande maioria das pessoas procuram não é verdade?! E por isso ter um guarda-roupa cápsula é uma excelente alternativa eficaz. Afinal, peças bagunçadas além de dificultar na escolha do look, pode ainda fazer perder tempo em tentar desamarrotá-la.

Mas do que se trata um guarda-roupa cápsula? É o que vamos ver a seguir, confira!

O armário cápsula, também conhecido como guarda-roupa inteligente, é aquele que só tem peças que amamos e que representam nosso estilo.  Também vale pensar que ele pode ser construído a partir de um tema: casual, clássico, colorido, de trabalho ou alguma estação específica.

A ideia desse tipo de armário é poder reduzir a quantidade de roupas e aproveitá-las melhor maneira possível e acabar com aquela grande dificuldade de parecer não ter o que vestir?

Dicas de como montar um guarda-roupa cápsula

Quantas peças formam um armário cápsula

Na verdade, não existe quantidade exata e uma regra de quantas peças deve compor o guarda-roupa cápsula. A ideia é pensar em um número enxuto, com peças de roupa que combinem entre si e que tenham a ver com seu estilo. Mas, para manter o armário organizado, a recomendação dependendo o tamanho dele é ter um total de cerca de 33 peças, dessa maneira será possível encontrar elas com maior facilidade.

Lembrando que ele pode ser refeito a cada estação, na troca de temporada é possível reorganizá-lo e guardar as vestimentas que não serão utilizadas nesse período. O segredo é investir em roupas de qualidade e que ofereçam boa durabilidade para utilizá-las várias vezes e em diferentes épocas, já que algumas peças transitam facilmente entre as estações. Outro detalhe que merece atenção é a proporção. Selecionar mais partes de cima garante a multiplicidade de produções.

Quais cores devem ser priorizadas

O guarda-roupa cápsula deve combinar perfeitamente com a responsável por ele. Então, se as cores e as estampas fazem parte da sua rotina, você deve selecionar peças desse tipo, sem problema. Contudo, devemos reconhecer que os tons neutros permitem mais variedade de combinações. Dessa maneira, lembre-se de escolher peças básicas para contrastar com outras mais chamativas ou formar looks sóbrios para determinadas ocasiões.

Sapatos e roupas íntimas

Sim, os sapatos devem estarem incluídos, geralmente o ideal é manter cerca de nove pares que podem ser o suficiente para atender às suas necessidades.

Quanto às peças íntimas, elas não fazem parte dessa conta, da mesma maneira que as roupas de academia, pijamas e roupas de festa. Os acessórios como bolsas, brincos e colares também podem ser incluídos na lista. Eles são um ótimo artifício para mudar a cara de uma produção. Assim, fica mais fácil montar um armário compacto!

Vale ressaltar que para obter sucesso com o guarda-roupa cápsula é preciso selecionar peças que combinam entre si e permitem criar looks com propostas diferentes. Dessa forma, você não vai passar a impressão de estar sempre vestindo a mesma coisa.

É possível montar um guarda-roupa cápsula personalizado?

Claro, dá para pensar em armário cápsula para o trabalho caso você tenha. Também pode criar um armário cápsula de verão ou até mesmo dee inverno. Independente da escolha, lembre-se que o segredo é saber setorizar bem essas peças e organizá-las de forma que fiquem visíveis e práticas de acessar e vestir, pois o grande objetivo aqui é versatilidade e praticidade.

Dicas extras na hora de montar o guarda-roupa cápsula

Não esqueça de antes montar uma lista com suas peças preferidas, pois isso a ajudará a decidir quais peças farão parte do seu armário cápsula. Comece pelas partes de baixo levando em conta as seguintes questões: quais peças de baixo eu mais uso (calças, saias, vestidos, macacões); quais dessas peças funcionam para o trabalho; quais dessas peças funcionam para ambientes mais informais; quais peças de baixo posso adquirir para deixar o guarda-roupa versátil.

Em seguida, faça outra lista com as peças de cima e comece a pensar quais destas combinam melhor com todas ou a maioria das peças de baixo já listadas. Por fim, você também pode listar seus sapatos e acessórios, mas não precisa limitar o número deles. Faça isso apenas se a ideia é ter um guarda-roupa minimalista.